Se você está lendo esse texto agora chances são de você está em um trabalho que você não ama.

Acredite, eu sei bem o que você está sentindo porque eu também já passei por isso.

Passei cerca de 5 anos infeliz com a minha carreira, esperando as férias, feriados e finais de semana para me sentir feliz.

E existem 3 principais razões que fazem a gente continuar fazendo aquilo que a gente não ama por longos anos sem conseguir mudar.

Continue lendo esse artigo para descobrir quais são as 3 principais razões e o que fazer para mudar isso.

Razão 1 – Você não sabe o que quer para sua vida

Uma das principais razões para trabalharmos fazendo atividades que não tem nada haver com a gente é porque muitas vezes não sabemos o que queremos para nossa vida.

É muito fácil seguir na vida no piloto automático perseguindo objetivos que não são seus.

Entrar na faculdade, casar, ter filhos, ter um bom emprego.

A vida parece até uma lista de compras em que a gente precisa ir marcando vários itens.

Sem importar muito se marcar determinado item na lista da vida imposta pela sociedade irá realmente te realizar e te trazer felicidade.

E se você não sabe o que você quer para sua vida, qualquer caminho serve.

Por isso saber o que você realmente quer para sua vida irá determinar que caminho você deseja seguir.

Se esqueça por um momento o mundo e se pergunte:

  • O que eu quero para minha vida?
  • O que realmente importa para mim?
  • Que história eu quero contar sobre a minha vida ao chegar ao final dela?

Razão 2 – Você morre de medo de começar algo novo do zero

Muita gente nem consegue imaginar ter que começar algo novo do zero.

Ter uma nova carreira em que precisa começar tudo de novo parece aterrorizante.

E isso pode te fazer desistir antes mesmo de começar.

Eu morria de medo de ter que começar algo novo.

Ficava imaginando todos os cursos que fiz, os anos de faculdade e toda minha dedicação jogados no ralo.

Mas á verdade é que talvez você não precise fazer uma mudança tão brusca.

Existe a opção de mudar de atividade mas permanecer na mesma carreira.

Descobrindo de que maneira ser mais realizada fazendo apenas alguns ajustes.

Mas se você precisar começar algo novo do zero, porque o que te realiza não tem nada haver com a carreira que você tem hoje.

Também não tem problema, você nunca perde aquilo que você aprendeu nem as habilidades que você desenvolveu.

Nada foi em vão e tudo foi importante para você se tornar a pessoa que você é hoje.

Independente de qual for o seu caso, você não precisa do dia para noite jogar tudo para cima.

Você pode se planejar e fazer um plano B, para quando for possível você transformar o seu plano B no seu plano A.

Quando a gente planeja e dá pequenos passos na direção dos nossos objetivos o medo diminui e tudo fica mais fácil.

Razão 3 – Você não acredita ser possível fazer o que ama e ganhar bem por isso

Existe um pensamento coletivo de que trabalho não pode estar relacionado a felicidade.

Muitas pessoas acreditam que trabalho tem que ser sacrificante, um fardo necessário para pagar as contas.

E que fazer um trabalho que ama, que esteja relacionado aos seus dons e talentos é um privilegio, destinado apenas a algumas pessoas.

Ou que não dá dinheiro nem para pagar ás contas.

Talvez você não se dê conta, mas esse pensamento pode estar no seu subconsciente.

E toda vez que você pensa em trabalhar com algo que te realize esse pensamento aparece e tenta te convencer de que isso é um sonho impossível.

  • Ter um trabalho com sentido e propósito?
  • Acordar empolgada em plena segunda-feira para trabalhar?
  • Ganhar bem e ao mesmo tempo gostar do trabalho?

Eu sei, tudo isso pode parecer um luxo.

Mas enquanto você não acreditar que é possível, você não vai conseguir deixar o trabalho que você não ama.

Pense comigo, passamos a maior parte da nossa vida trabalhando.

Logo, se fazemos um trabalho que a gente não ama, desperdiçaremos a maior parte da nossa vida.

Toda vez que se pegar pensando que é impossível, busque por exemplos de pessoas que amam o que fazem.

A internet está cheia de exemplos de pessoas assim.

E quer saber? Todas elas são bem mais felizes, realizadas e bem sucedidas do que quando faziam trabalhos que não amavam.

Comece a acreditar que é possível, porque é!

Conclusão

Se eu fosse escolher hoje quais foram as maiores pedras no meu sapato quando eu estava infeliz no mundo corporativo.

Com certeza seriam essas três razões.

Elas foram as responsáveis por eu ter demorado de encontrar um trabalho que fizesse sentido para mim.

E são também as mesmas razões que aparecem para as minhas clientes de coaching.

A gente sempre busca fora, mas á verdade é que tudo começa de dentro.

Enxergamos o mundo de acordo com aquilo que a gente acredita.

E por mais que a solução para nossos maiores anseios possa está na nossa frente, muitas vezes não conseguimos enxergar.

Comece a se transformar por dentro e o seu mundo muda.

É possível trabalhar com sentido e realização.

Se eu consegui, você também consegue.

Não desista!

Porque como já disse Dostoievski:

O castigo mais terrível para qualquer ser humano é a condenação a uma vida inteira de trabalho “absolutamente desprovido de utilidade e sentido”.

Me responde aqui nos comentários, essas três razões estão te atrapalhando hoje de ter um trabalho com realização e propósito?