Você tem conseguido trazer a tona toda a sua potência para o mundo?

Muitos dos bloqueios que nós impede de ser quem somos de verdade e sermos felizes são fruto das cinco feridas emocionais que podemos trazer da infância que são: rejeição, abandono, humilhação, injustiça e traição.

Enquanto não curamos essas feridas temos dificuldade em nós tornar a nossa melhor versão de nós mesmos.
Dificuldade nos relacionamentos amorosos e com a prosperidade.

Começa hoje aqui no blog uma série especial de conteúdos sobre as 5 feridas emocionais, e a primeira é a ferida emocional da rejeição.

A ferida emocional da rejeição

Quando a ferida pode aflorar

– Quando o bebê não foi desejado ou não foi do sexo desejado pelo pai ou mãe

– Impaciência ou comentários indelicados dos pais na infância

– Superproteção dos pais(se sente rejeitada pelas suas capacidades)

– Situações de bullying em casa ou na escola

– Quando a criança não se sentiu aceita e nem acolhida pelo pai ou pela mãe

– Quando a criança se sentiu ou foi de fato rejeitada pelo pai ou mãe

Sentimentos

– Se sente rejeitado mesmo quando não é

– Duvida do seu direito á existência

– Se sente culpado quando é rejeitado pelo outro

– Sente medo de ser rejeitado

– Se compara com as outras pessoas, se sente inferior, pensa sempre que os outros são melhores

– Se rejeita de alguma forma (aparência, personalidade, escolhas, passado, habilidades profissionais)

– Sente que não é bom o bastante

– Tem medo de ser julgado

Atitudes da pessoa ferida

– Tem uma tendência a fugir ao menor risco de ser rejeitado

– Em grupo, muitas vezes não quer participar e se retira para o seu casulo

– Quando recebe bastante atenção, tem medo de ocupar muito espaço, de incomodar

– Tem dificuldade para expressar sua opinião por medo que o outro o rejeite

– Busca a perfeição em tudo que faz porque tem medo de errar e ser julgado, o julgamento para essa pessoa significa rejeição

Consequências na vida

– Atrai mais experiências de rejeição do que as outras pessoas

– Quando é escolhido, não acredita, se rejeita e com isso pode acabar se sabotando
Quando não é escolhido se sente rejeitado

– Busca incessantemente o amor do pai ou mãe com quem viveu a rejeição ou busca preencher esse vazio com um relacionamento amoroso

– A vida profissional e a prosperidade pode ficar bloqueada porque a pessoa não enxerga seu próprio valor e se apaga

– Pode desenvolver problemas emocionais por se rejeitar, por ficar buscando a perfeição e por não ocupar o seu lugar no mundo

Como curar a ferida emocional da rejeição

Assista no vídeo abaixo como curar a ferida emocional da rejeição.

Você se identifica com a ferida emocional da rejeição?

Por muitos anos por causa da ferida emocional da rejeição, eu criei muros.
Esses muros mantinham as pessoas afastadas a uma distância “segura”.
Só que com esse muro eu mesma afastava as pessoas e depois me sentia rejeitada.
Sem perceber, com essa distância que eu criava das pessoas, eu também as rejeitava e principalmente me rejeitava.

Tudo isso era de maneira inconsciente, porque eu ainda não tinha clareza dessa ferida.

Quem tem a ferida do abandono em algum nível se abandona e pode abandonar sonhos, projetos e outras pessoas por medo de ser abandonado.
Se a pessoa tem a ferida da humilhação em algum grau essa pessoa se humilha e pode ser que humilhe outras pessoas sem nem se dar conta.
Quem tem a ferida da traição em algum grau se trai, quebra a própria confiança e pode ser que faça isso também com as outras pessoas.
Quem tem a ferida da injustiça é injusto consigo mesmo e pode ser injusto com as outras pessoas.

Eu sei que dói olhar para as profundezas do nosso coração e reconhecer tudo isso.
Mas o primeiro passo para curar as feridas emocionais é reconhecê-las e se perdoar por todas as vezes que você mesma se rejeitou, abandonou, traiu, humilhou, foi injusta com você mesma ou fez isso com outras pessoas.

E cada pequeno movimento que você faz na cura das suas feridas emocionais é um grito de liberdade para sua alma, para sua essência, para quem você nasceu para ser.

Por isso eu te convoco a dar o seu grito de liberdade e quebrar os muros que você construiu a sua volta.

Eu te convoco a olhar para suas feridas emocionais, se acolher, se perdoar e se abrir para cura-las.

Eu te convoco a liberar a sua essência que está aí dentro de você doida pra vir a tona e que as feridas emocionais tem sufocado todo esse tempo.

Começa hoje uma série especial de conteúdos sobre as 5 feridas emocionais, continue acompanhando para conhecer as outras feridas emocionais.

E se você quer a minha ajuda para curar as suas feridas emocionais, clique aqui e conheça o meu curso online Transforme Você.

<< Quero me curar das minhas feridas emocionais >>

 

Abraço

Sara